Faça Valer. Faça FAAP.

A Empresa e as Relações de Trabalho - Prevenção e Contencioso Trabalhista

Nao há vagas disponíveis para esse curso.
Avise-me

CARGA HORÁRIA: 120 horas

PERÍODO: 04 de outubro/2017 a 7 de março/2018 (as aulas em 2018 iniciam no dia 1º de fevereiro e não terão aulas na semana do carnaval)

DIAS DA SEMANA: Segundas e Quartas

HORÁRIO: 19h10 – 22h45

INVESTIMENTO TOTAL:
Público externo: 6 parcelas de R$516,67
Aluno, Ex-Aluno, Funcionário e Professor:  6 parcelas de R$465,00

FORMA DE PAGAMENTO:
Cartão de Crédito - Visa ou Mastercard (com cartão de crédito a matrícula pode ser realizada pela internet)
Cheque pré-datado – matrículas somente presencial
Boleto à vista – enviar e-mail para cursos.rp@faap.br

CAMPUS: Ribeirão Preto

OBJETIVO: 
Capacitar empresários e profissionais de apoio às relações de trabalho para a realização de boas práticas de gestão de pessoal, com ênfase nos ideais de responsabilidade social da empresa, função social do contrato, valorização do trabalhador como sujeito de direitos e responsabilidades contratuais e não contratuais. Paralelamente o curso objetiva a prevenção a demandas judiciais, pela adequação das decisões da empresa ao sistema de proteção judicial aos trabalhadores e o ferramental necessário para a atuação no processo judicial.

A QUEM SE DESTINA:
Empresários, Profissionais de Administração, Economia, Contabilidade, Direito, prepostos, dirigentes, diretores, gerentes e supervisores de pessoal, recursos humanos, futuros empreendedores.

METODOLOGIA:
Curso de abordagem prática envolvendo estudos de casos práticos onde o aluno através destes serão apresentados os temas do curso, mesclando-se com abordagens expositivas.

A avaliação será realizada através da participação do aluno nas atividades em sala bem como pela participação em atividades online, sendo-lhe atribuída nota global por todo curso como apto ou inapto.

O surgimento do Direito do Trabalho no Brasil. A CLT;
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo;
Gestão vertical vs. gestão horizontal;
Sistema de proteção judicial ao empregado no Brasil e em outros países;
Flexibilidade nas relações de trabalho e desenvolvimento;
A jurisprudência dos tribunais e os direitos trabalhistas;
A representação sindical de patrões e empregados;
A organização da Justiça do Trabalho;
Relação de trabalho subordinado e relação de trabalho autônomo;
Princípios que regem o contrato de trabalho subordinado;
O contrato de trabalho. Modalidades de contratação;
O contrato de trabalho. Tipos;
Terceirização e outros fenômenos;
Responsabilidade social da empresa;
Função social do contrato;
Jornada de trabalho, trabalho noturno e intervalos legais;
Remuneração e salário;
Alteração contratual lícita e ilícita;
Equiparação salarial;
Desvio e acúmulo de função;
Registros empregatícios. O controle de ponto;
Proteção à saúde física do trabalhador;
Fatores estressores nas relações de trabalho;
Prevenção a danos morais, materiais e estéticos;
Provas e contra provas no processo judicial;
Provas no processo do trabalho. Relatividade da prova documental;
Ética e Responsabilidade Social nas relações de trabalho;
Formação de um ambiente cooperativo na empresa
O futuro do trabalho no Brasil e no mundo;
Planejamento de sistemas de remuneração e trabalho seguro em vista da legislação trabalhista;
Técnicas de negociação e mediação de conflito trabalhista;
Abordagem comportamental do preposto em Audiência;
Preparação do Preposto e dos representantes das empresas para audiência de mediação e instrução e julgamento.

Walney Quadros Costa
Juiz do Trabalho titular da 2a. VT de ribeirão Preto, graduado pela Universidade Cândido Mendes/RJ, Mestre em Direito pela UNAERP, professor de Direito e processo do Trabalho em várias faculdades de direito no Rio de Janeiro e São Paulo.

Matheus Bernardo Delbon 
Administrador Público, graduado pela UNESP e advogado graduado pela Universidade Paulista. Possui MBA em Direito Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, Mestrando em Desenvolvimento regional, perito judicial e assistente técnico em diversas ações, diretor da FENAD (Federação nacional dos Administradores), Diretor do Instituto Astikos, sócio e consultor na área pública da Evoluta Assessoria, professor e coordenador de cursos de especialização e pós graduação da FAAP no campus de Ribeirão Preto.

Observaçao: É facultado a FAAP o cancelamento ou o adiamento do curso no prazo de até dois dias antes da data prevista para seu início, hipótese em que será restituído ao candidato o valor pago, no prazo de dez dias úteis a contar da data em que o candidato informar, por escrito, os dados de conta corrente bancária para a restituiçao. Nos cursos ministrados em mais de um módulo, é facultado também a alteraçao dos dias e horários de aulas do(s) módulo(s) subsequente(s), caso seja necessária a reorganizaçao de turmas.

Topo